blog sobre marketing digital e tecnologia
Search
Close this search box.

Conversor digital para TV antiga: Tudo o que você precisa saber antes de investir em um conversor

Entenda sobre o atual cenário da TV digital no Brasil e saiba como você ainda pode explorar a sua TV mais antiga.
conversor digital para tv antiga

O sinal digital no Brasil já é uma realidade. Para quem possui um modelo de televisor mais antigo e que não possui um conversor integrado, muitos usuários começam a pesquisar sobre um conversor digital para TV antiga por diversos fóruns de tecnologia e até mesmo na tradicional busca do Google. Porém, é importante compreender alguns fatores que iremos abordar ao longo deste artigo.

Compreender o avanço da TV digital não só no Brasil, mas ao redor do mundo é um passo importantíssimo. Afinal, a tecnologia está cada dia mais consolidada em nosso dia a dia que nós nem percebemos, esta evolução está acontecendo naturalmente!

Ver televisão é um dos principais hábitos do povo brasileiro. Sabemos também que o streaming está em crescimento, porém, a TV digital aberta tradicional ainda comporta boa parte da população e segundo um levantamento da Anatel, e divulgado no blog Tudocelular, estima-se que até o final de 2023 todo o país terá acesso a TV digital.

Este dado é bastante significativo e poderá impactar ainda uma gama da população brasileira que possui modelos de televisores mais antigos e que não são preparados para a geração da TV digital. Pensando nisso, preparamos este artigo para que você possa compreender mais a fundo sobre o que é preciso levar em consideração ao adquirir um conversor digital para TV antiga e quais serão os seus benefícios. Portanto, se você possui uma TV mais tradicional que deixou de sintonizar os canais da sua região, é hora de compreender em detalhes sobre o avanço da TV digital e como um bom conversor pode ser a solução mais assertiva.

O avanço da TV digital

Desde 2008 o sinal digital vem ganhando força no país. De lá para cá, muitas coisas mudaram quando o assunto é a forma de assistir televisão. A televisão digital impacta diretamente na forma como consumimos a atual programação da TV aberta no país. 

Podemos comparar também o avanço da TV digital com o crescimento da internet banda larga. Ainda voltando a meados dos anos 2000, a internet começava a dar os primeiros passos em solos brasileiros. Juntamente com a internet banda larga, a TV digital começava a alcançar novos públicos e trazia também uma inovação bastante significativa na resolução de imagem: a alta definição, também conhecida como HDTV.

A alta definição não só marcou uma nova forma de consumir conteúdos, mas também definiu o conceito de TV interativa. O DTVi, por exemplo, teve o seu auge no final de 2012 e diversos programas de emissoras locais começaram a apostar na interatividade como uma forma de deixar a audiência mais próxima. Entenda mais sobre o conceito de DTVi na TV aberta brasileira de acordo com o artigo da SET.

Vale destacar que o sinal digital é capaz de atingir áreas remotas e montanhosas que costumavam sofrer com a má qualidade do sinal analógico. Para quem tinha dificuldades para sintonizar os canais locais por meio da TV analógica, o sinal digital chegou como uma proposta bastante sólida no quesito versatilidade e sintonização.

É importante compreender também que nem tudo são flores. Como sabemos, o Brasil contempla diversas faixas sociais e nem todos têm condições de adquirir um modelo de televisor mais moderno e preparado para a TV digital. Para quem ainda possui o seu tradicional e fiel modelo de televisor analógico, é fundamental escolher um conversor digital para TV antiga capaz de sintonizar os canais abertos de forma fluida e sem interferências.

Como tornar a TV antiga compatível com o sinal digital?

conversor digital para tv antiga
Foto: Unsplash – TopSphere

Pode parecer uma pergunta simples de responder, porém, nem todos estão habituados com a tecnologia. Aqui em nosso site, temos leitores mais leigos e mais familiarizados com a tecnologia. E para que todos possam entender de forma mais didática, preparamos alguns conceitos essenciais para que o seu televisor mais antigo possa receber o sinal digital de forma estável e sem interrupções.

  • Compatibilidade da TV: O primeiro passo antes de adquirir um conversor digital para TV antiga é verificar a compatibilidade da TV. É comum que televisores fabricados em meados da década de 80, por exemplo, não tenham conexões de áudio e vídeo (AV). Essas entradas são essenciais para a conexão do conversor digital à sua TV. Por isso, antes mesmo de adquirir o conversor, se atente a esta conexão!

  • Adquira um conversor: Você verificou o seu televisor e ele possui uma conexão compatível com áudio e vídeo? Ótimo! Você já poderá sintonizar os canais digitais por meio de um conversor. É claro que existem diversos modelos no mercado e cada um possui as suas especificações. Porém, a ideia sempre será a mesma: o papel do conversor digital para TV antiga é sintonizar os seus canais locais! Ao longo deste texto, deixaremos alguns modelos de conversores para você ficar de olho, não se preocupe. 🙂

  • Conecte o conversor: O próximo passo é conectar o conversor digital à sua TV antiga e à antena. Dependendo do modelo do conversor e da sua TV, você precisará utilizar cabos adequados, como cabos RCA para a entrada AV (para modelos mais antigos) ou via cabo HDMI (para modelos de televisores mais modernos que não possuem conversor digital integrado. Saiba mais sobre a conexão RCA no artigo do Tecnoblog.

  • Sintonização dos canais: Agora que está tudo compatível e devidamente conectado, é hora de sintonizar os canais da sua região. Esse processo pode variar de acordo com o modelo do conversor, mas geralmente envolve a busca automática por canais disponíveis. Ah… Se você estiver com dúvidas de como sintonizar os canais, dê uma conferida no manual de instruções do seu conversor ou solicite uma ajudinha do seu amigo ou parente mais próximo.

As etapas citadas acima são essenciais para boa parte dos modelos de televisores mais antigos que não possuem suporte a TV digital. Lembre-se que antes de adquirir um conversor, independentemente da marca e do modelo, é fundamental que a sua TV tenha suporte a conexão RCA AV para que a imagem possa ser transmitida. Este passo é essencial e que muitas das vezes é deixado de lado. Afinal, ninguém gosta de gastar dinheiro em algo que não irá funcionar, não é mesmo?

Conversor digital para TV antiga: qual modelo comprar?

conversor digital para tv antiga
Foto: Unsplash – Gaspar Uhas

Essa é outra dúvida bastante comum por quem busca adquirir um modelo de conversor para a sua TV mais antiga. Vale destacar que não existem diferenças consideráveis de um modelo para o outro. No final das contas, boa parte deles oferecem a mesma finalidade. De qualquer forma, preparamos 5 modelos interessantes e com um bom custo benefício. Vamos conhecer melhor?

  1. Conversor Aquário DTV-9000: O conversor DTV-9000 da Aquário suporta resolução até Full HD 1080p, ele oferece suporte aos conectores P2P3, RCA, USB, HDMI, coaxial e oferece também o recurso de Guia de Programação Eletrônico (EPG) desde que a emissora ofereça este recurso. Até a data deste artigo, o conversor DTV-9000 pode ser encontrado na faixa de R$85,00 a R$123,00.

  2. Intelbras 730: Já o modelo da Intelbras é compatível com qualquer modelo de TV, seja ela LED, LCD, plasma e até de tubo. Ele oferece conectores RCA, USB, HDMI e coaxial e conta também com o Guia de Programação Eletrônico. O Intelbras 730 tem funções práticas, como gravação dos programas favoritos e o bloqueio de programas de acordo com classificação etária. Atualmente, este modelo de conversor está em torno de R$94,00 a R$135,00.

  3. Conversor Tomate MCD-888: Outro modelo bastante popular no mundo do conversor digital para TV antiga, é o Tomate MCD-888. Este modelo conta com as opções tradicionais de conectores RCA, HDMI, coaxial e USB, além de conseguir até 1000 canais na memória. O conversor oferece também a opção de Guia de Programação Eletrônico e suporta suporte para formatos de gravação comuns, como MP4 ou AVI. Atualmente, você encontra o Tomate MCD-888 na faixa de R$75,00 a R$115,00.

  4. Conversor Pro Eletronic: O Conversor Digital Pro Eletronic é Ideal para TVs sem conversor integrado ou de tubo. Assim como os demais, ele conta com conectores RCA, USB, HDMI e coaxial, além da conexão Loop Trough, para conectar outro receptor sem necessidade de dividir o sinal da antena. Atualmente, é possível encontrar este modelo de equipamento na faixa de R$80,00 a R$125,00.

  5. Conversor ISDB-T: Este modelo é também bastante conhecido no mercado de conversores digitais. O ISDB-T possui função de gravação, entrada USB, conexão HDMI, central de mídia e controle remoto. Assim como os demais modelos, ele é um conversor digital para TV antiga e possui o recurso de armazenar canais na memória. No momento atual, você poderá encontrar este modelo na faixa de R$95,00 a R$120,00.

Como vimos, estes são apenas alguns dos modelos mais tradicionais para que a sua TV mais antiga possa sintonizar os canais digitais. Lembre-se de que as características específicas podem variar de acordo com o modelo e fabricante do conversor. De modo geral, as diferenças são sutis e a escolha poderá ser realizada de acordo com a sua preferência pela marca. Todos eles oferecem qualidade digital de imagem e som, guia de programação, conexão USB e HDMI para televisores mais modernos.

Se você ainda está em dúvidas sobre qual conversor digital para TV antiga escolher, deixamos este vídeo do canal Tecnologia e Cia para que você possa ter uma ideia mais clara sobre os aparelhos.

Dicas de como aproveitar ao máximo sua TV antiga com o sinal digital

Investir em um bom conversor é a base para que a sua TV antiga possa aproveitar ao máximo os canais digitais abertos da sua região. Porém, é importante compreender alguns fatores para potencializar ainda mais os recursos. Pensando nisso, preparamos algumas dicas que você poderá colocar em prática e tornar a sua experiência ainda mais satisfatória. Vamos conferir?

  • Ajuste a antena: Com a TV digital, a qualidade do sinal é fundamental para uma experiência de visualização excepcional. Garanta que a sua antena esteja adequadamente posicionada e apontada para a torre de transmissão para obter o melhor sinal possível. Isso garantirá uma imagem nítida e sem interrupções. O sinal digital está em alta e oferece boa qualidade, porém, o ajuste da antena é muito importante para que você tenha uma experiência positiva. #FicaaDica!

  • Recursos interativos: A TV digital oferece recursos interativos que podem enriquecer sua experiência de visualização. Utilize o guia de programação eletrônica (EPG) para ver informações detalhadas sobre os programas, horários e sinopses. Como já explicamos anteriormente, alguns canais digitais também oferecem conteúdo adicional e interativo, como notícias em tempo real e enquetes ao vivo. Vale a pena explorar estes recursos para que você possa se familiarizar ainda mais com a TV digital!

  • Grave programas: Todos os modelos de conversores mencionados acima, possuem o recurso de gravação de programa. Isso permite que você assista a programas em horários mais convenientes para você ou salve conteúdo especial para assistir mais tarde. Lembre-se de utilizar um bom pendrive ou um HD externo para efetuar a gravação dos programas.

  • Atualize seu conversor: Verifique regularmente se há atualizações de firmware disponíveis para o seu conversor digital. Essas atualizações podem melhorar o desempenho, corrigir problemas e adicionar recursos adicionais ao seu dispositivo. Fique atento às notificações do fabricante ou verifique manualmente as atualizações.

  • Mantenha-se informado: Como já sabemos, a tecnologia está em constante evolução, e novos recursos e canais podem ser adicionados à TV digital ao longo do tempo. Mantenha-se informado sobre as atualizações e novidades no mundo da TV digital para garantir que você não perca nada. Aproveitando, deixamos essa dica de conteúdo para que você possa considerar um novo modelo de televisor no futuro, seja Full HD ou 4K – saiba mais sobre a diferença entre Full HD e 4K.

Conclusão

conversor digital para tv antiga
Foto: Unsplash – Nassim Wahba

Como vimos neste artigo não existe o melhor ou pior conversor digital para TV antiga. Os modelos aqui apresentados são bastante similares e possuem recursos focados com o principal propósito: possibilitar que a sua TV analógica possa receber o sinal digital. Portanto, faça uma pesquisa mais aprofundada sobre o fabricante e encontre um modelo que seja mais confiável.

A transição para o sinal digital trouxe inúmeras vantagens para a televisão no Brasil, mas também apresentou desafios para quem possui TVs antigas. Felizmente, com a ajuda de um conversor digital, é possível continuar desfrutando dos benefícios da TV digital em sua TV analógica. 

Acompanhar a tecnologia e as novas tendências do mercado é uma tarefa muito importante nos dias atuais. Por isso, fique sempre ligado no que há de melhor e mais moderno no mercado tecnológico para que você possa tomar decisões mais assertivas a médio e longo prazo

Se você gostou deste artigo e deseja receber mais informações sobre tecnologia, entretenimento e dicas para melhorar sua experiência com a TV digital, não deixe de seguir nosso blog. Em nosso site, postamos conteúdos diariamente sobre tecnologia e marketing digital! Assine a nossa Newsletter e fique por dentro sobre o que há de mais moderno e tecnológico nestas áreas. Fique ligado!

Últimos Posts

Categorias

Últimas Postagens

Stories Mais Vistos

Receba Newsletter

Insira o seu e-mail e receba dicas, novidades e informações sobre Tecnologia e Marketing Digital.

Redes Sociais