blog sobre marketing digital e tecnologia
Search
Close this search box.

Como funciona um repetidor de sinal Wifi? 10 informações primordiais que você precisa saber sobre este dispositivo

Entenda em detalhes sobre o funcionamento de um repetidor de sinal wifi e saiba em quais situações ele é recomendado.
como funciona um repetidor de sinal wifi

Ter uma internet estável e flexível para as principais tarefas do dia a dia é primordial. Como já abordamos em diversos artigos, a internet está em constante evolução no país e a procura por dispositivos de rede também vem acompanhando este crescimento. Em meio a esta realidade, o termo sobre como funciona um repetidor de sinal Wifi tem sido bastante explorado nos principais fóruns sobre o assunto.

Outro fator chave e que jamais poderá ser deixado de fora são as suas necessidades. Ou seja, antes mesmo de sair comprando qualquer dispositivo para potencializar a performance da sua rede, é importante alinhar de forma correta com o que você realiza ao longo do seu dia. Portanto, uma boa pesquisa é essencial.

Ao fazer uma breve busca pela internet, nos deparamos com diversos modelos de repetidores que prometem resultados extraordinários para diferentes protocolos e velocidades de internet, porém, é importante se atentar se ele realmente irá atender a protocolos básicos, como o de segurança por exemplo. O artigo do Tecnoblog explica um pouco mais sobre os protocolos de segurança na rede Wifi. Vale a pena dar uma conferida.

Para que possamos explicar como funciona um repetidor de sinal Wifi, é preciso ponderar alguns quesitos de conectividade ao longo deste texto. Portanto, se você está pensando em melhorar o desempenho da sua rede wireless, é de suma importância acompanhar este artigo, assim como os demais já publicados na categoria informática do nosso site.

Como funciona um repetidor de sinal Wifi?

como funciona um repetidor de sinal wifi
Foto: Unsplash – Wim van

A funcionalidade primária de um repetidor WiFi é atuar como um amplificador de sinal, estendendo a cobertura de uma rede sem fio existente. E para que fique um pouco mais claro o seu papel, é importante compreender também o cenário no qual um repetidor se torna necessário.

Diariamente, recebemos e-mails de leitores dizendo que os roteadores Wifi têm um alcance limitado, e muitas vezes incapazes de fornecer sinal forte em áreas distantes, espaços grandes ou em locais com barreiras físicas, como paredes espessas. Em meio a este fato, é aqui que o repetidor entra em cena. De modo geral, ele funciona como um intermediário entre o roteador principal e os dispositivos finais (como laptops, smartphones, smart TVs, etc.), captando o sinal Wi-Fi do roteador e retransmitindo-o em uma frequência similar ou diferente, ampliando a cobertura.

O repetidor recebe o sinal Wi-Fi existente e o amplifica, transmitindo-o novamente para áreas onde o sinal original é fraco. Isso permite que dispositivos que estariam fora do alcance do roteador principal se conectem à rede sem fio, garantindo uma experiência de internet mais estável e consistente em todo o espaço coberto pelo repetidor.

Aqui na nossa redação, por exemplo, temos dois repetidores para potencializar a transmissão dos dados. Em suma, um dispositivo replica o envio das transferências de upload e download para outro, além de fornecer um sinal Wifi com mais qualidade em pontos de baixa cobertura.

Um ponto que merece sempre atenção quando falamos em repetidor ou até mesmo roteadores wireless, é o seu posicionamento. É importante posicionar estrategicamente o repetidor para maximizar sua eficiência. Colocá-lo em um ponto intermediário entre o roteador principal e a área com sinal fraco pode ajudar a captar e retransmitir o sinal de maneira mais eficaz. Entenda um pouco mais sobre o posicionamento do roteador no artigo do UOL.

A busca por uma rede flexível e ao mesmo tempo prática de configurar é um dos principais interesses de muitos usuários. O repetidor por si só, é uma solução prática e econômica para melhorar a conectividade em residências, escritórios e locais comerciais, garantindo que mais dispositivos possam se conectar à internet em locais distantes do roteador principal. Porém, não é interessante se limitar a isso! Preparamos também dez informações que você precisa saber antes de embarcar nesta tecnologia.

Repetidor de sinal Wifi: 10 Informações cruciais antes de investir neste dispositivo

como funciona um repetidor de sinal wifi
Foto: Unsplash – Stephen Phillips
  1. Compatibilidade com seu roteador: Verifique se o repetidor é compatível com o seu roteador existente. É importante ter em mente que nem todos os repetidores funcionam com todos os modelos de roteadores, então garantir essa compatibilidade é fundamental para um desempenho ideal.

  2. Velocidade suportada: Certifique-se de que o repetidor suporta velocidades acima de 100 Mbps (megabits por segundo). Isso é crucial para garantir uma conexão rápida, especialmente se você possui um plano de internet de alta velocidade. É importante ter também um roteador para internet acima de 100 megas para que a performance seja a mais positiva possível.

  3. Padrões de Wifi: Escolha um repetidor que suporte os padrões mais recentes de Wi-Fi, como 802.11ac ou 802.11ax (Wi-Fi 5 ou Wi-Fi 6). Essa etapa é essencial, pois garante uma melhor compatibilidade e desempenho. Saiba mais sobre as diferenças do Wifi, no artigo do Showmetech.

  4. Número de antenas: Mais antenas geralmente significam melhor desempenho e cobertura. Opte por repetidores com múltiplas antenas para uma distribuição mais eficiente do sinal.

  5. Facilidade de configuração: A configuração pode ser uma tarefa bastante adversa — principalmente para usuários mais leigos. Portanto, procure por repetidores com configuração simplificada e intuitiva. Isso facilita a instalação e configuração do dispositivo, mesmo para usuários menos experientes.

  6. Portas ethernet adicionais: Alguns repetidores possuem portas Ethernet extras, permitindo conexões com fio para dispositivos que requerem conexões mais estáveis, como consoles de jogos ou Smart TVs. Dependendo das suas necessidades, considerar as portas ethernet pode ser um fator determinante.

  7. Segurança: A segurança nem sempre é um fator levado a sério. Porém, com uma rede segurança você consegue executar tarefas desde as mais simples, como abrir um arquivo de texto, a tarefas mais sensíveis, como acessar o internet banking. Verifique se o repetidor oferece opções robustas de segurança, como criptografia WPA2/WPA3, para proteger sua rede contra acessos não autorizados.

  8. Atualizações de firmware: Escolha um repetidor que receba atualizações regulares de firmware. Isso é importante para corrigir bugs, melhorar o desempenho e lidar com possíveis vulnerabilidades de segurança.

  9. Marca e reputação: Opte por marcas reconhecidas e com boa reputação no mercado. Isso pode garantir a qualidade do produto e suporte ao cliente confiável.

  10. Política de Devolução/Garantia: Conheça a política de devolução e a garantia oferecida pelo fabricante. Isso proporciona segurança caso o dispositivo não atenda às suas expectativas ou apresente problemas.

Entender sobre como funciona um repetidor de sinal Wifi vai além de uma resposta simples. Considerar estes fatores são primordiais para que você opte por um dispositivo flexível de acordo com as suas necessidades.

Se você ainda está em dúvidas sobre o papel de um repetidor e do roteador, deixamos também o vídeo do Canaltech. É explicado em detalhes sobre as principais características de cada aparelho.

A demanda por velocidades mais altas

Quando falamos de conectividade, outro fator que não podemos deixar de fora é a velocidade da conexão. Com o crescimento da internet na tecnologia fibra óptica FTTH, por exemplo, muitos usuários antes de escolher um plano, priorizam de forma imediata o quantos megas será entregue.

Entender sobre isso é outra etapa primordial na hora de entender sobre como funciona um repetidor de sinal Wifi e também na hora de comprar um modelo adequado.

Se você possui um plano de internet com velocidades acima de 100 Mbps, um repetidor compatível maximizará o potencial desse plano, fornecendo a velocidade total da sua conexão em todos os cantos da sua casa ou escritório.

Lembre-se: investir em um repetidor que suporte velocidades superiores a 100 Mbps é uma estratégia de futuro-proofing, permitindo que a rede atenda às crescentes demandas de largura de banda à medida que mais dispositivos e tecnologias de internet avançam.

Aqui na redação, temos um plano de internet de 300mbps com um roteador gigabit e roteadores que operam na mesma tecnologia do roteador. Ou seja, a rede está completamente responsiva, suportando velocidades superiores acima de 100 mbps. Ou seja, é importante manter o equilíbrio para obter ao máximo o seu plano de internet contratado. Saiba mais sobre o papel de uma rede gigabit no artigo do Techtudo.

Adquirir um repetidor que suporte velocidades acima de 100 Mbps é essencial para acompanhar a demanda crescente por velocidades de internet mais rápidas e garantir uma experiência de conexão estável e de alta qualidade para todos os dispositivos conectados em sua rede. Essa tomada de decisão assegura que você aproveite ao máximo seu plano de internet e esteja preparado para as futuras necessidades de conectividade.

Principais pontos positivos e negativos de um repetidor de sinal Wifi

Se você ainda está com dúvidas sobre como funciona um repetidor de sinal Wifi, preparamos também os principais prós e contras de um repetidor. Afinal, é um investimento que precisa ser investido de forma estratégica para atender de forma mais precisa possível as suas tarefas.

Pontos Positivos

  • Expansão do alcance: O principal benefício de um repetidor é estender o alcance da rede Wi-Fi, levando o sinal a áreas antes inacessíveis ou com conexão fraca, proporcionando cobertura em locais distantes do roteador principal.

  • Cobertura em áreas de dificuldade: Locais com obstáculos físicos, como paredes espessas ou andares diferentes, podem se beneficiar da instalação de um repetidor para superar essas barreiras e melhorar a conectividade.

  • Solução econômica: Comparado a outras opções, como a compra de um roteador mais potente, um repetidor Wi-Fi geralmente é uma solução mais econômica para melhorar a cobertura em áreas específicas da casa ou do escritório.

Pontos Negativos

  • Redução na velocidade: Como os repetidores retransmitem o sinal Wi-Fi, há uma diminuição na velocidade da conexão. Cada repetição pode reduzir a velocidade, especialmente se não estiverem bem posicionados.

  • Dependência da localização: A eficiência de um repetidor depende muito de sua localização estratégica. Se não estiver posicionado corretamente, pode não fornecer a extensão desejada do sinal.

  • Redução da largura de banda disponível: Ao repetir o sinal, o repetidor compartilha a largura de banda com o roteador principal, potencialmente resultando em uma menor largura de banda disponível para os dispositivos conectados.

  • Conexões intermitentes: Em alguns casos, a repetição do sinal pode causar problemas de conexão intermitente, especialmente se o sinal repetido estiver fraco ou sujeito a interferências.

Considerações extras

Como vimos, assim como qualquer outra tecnologia, os repetidores de sinal wifi oferecem prós e contras — e isso é normal quando falamos em melhoria na rede de internet.

Preparamos também algumas considerações que você precisa se atentar na hora de tomar uma decisão, como: desempenho variável e a rede mesh:

  • Desempenho variável: O desempenho de um repetidor pode variar dependendo da qualidade do dispositivo e das condições específicas do ambiente, como interferências e obstruções.

  • Aprimoramento com pontos de acesso wifi Mesh: Em comparação com os repetidores convencionais, os sistemas Wi-Fi Mesh tendem a oferecer um desempenho mais consistente e eficaz para ampliar a cobertura Wi-Fi em toda a residência.

Considerar esses pontos positivos e negativos é fundamental ao decidir se um repetidor de sinal Wi-Fi é a melhor solução para suas necessidades. É importante posicionar o repetidor estrategicamente e entender suas limitações para maximizar seus benefícios e minimizar seus pontos fracos.

Conclusão

como funciona um repetidor de sinal wifi
Foto: Unsplash – Maik Winnecke

Podemos concluir que um repetidor de sinal wifi pode ser uma solução inteligente, porém, é preciso se atentar a alguns pontos técnicos para que o investimento seja o mais estratégico possível — principalmente na hora de atender de forma precisa as suas reais necessidades.

Se atente também a verba disponível! Como sabemos, existem diferentes marcas e modelos de repetidor no mercado. Cada um oferece particularidades e o seu investimento precisa ser flexível com a real proposta do equipamento. De modo geral, quanto mais verba você tiver, mais chances terá de adquirir um bom dispositivo.

Se atentar aos quesitos de segurança e também o local onde será instalado, são também fatores chave e que jamais poderão ser deixados de lado. Faça pesquisas, observe atentamente onde será instalado o dispositivo e preze pela performance e segurança. #FicaaDica

Gostou do nosso artigo? Para mais conteúdos sobre tecnologia e marketing digital, continue acompanhando o nosso site. Diariamente, postamos conteúdos para você elevar a sua produtividade. Assine também a nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail. O procedimento é simples e totalmente gratuito. Não fique de fora dessa.

Últimos Posts

Categorias

Últimas Postagens

Stories Mais Vistos

Receba Newsletter

Insira o seu e-mail e receba dicas, novidades e informações sobre Tecnologia e Marketing Digital.

Redes Sociais