blog sobre marketing digital e tecnologia
Search
Close this search box.

O que é taxa de atualização da tela? Tudo o que você precisa saber para aproveitar a melhor experiência visual

Entenda como o conceito de taxas de atualização estão sendo exploradas nos principais monitores e televisores do mercado.
o que é taxa de atualização da tela

Você provavelmente já deve ter se deparado com alguma oferta de TV ou monitor exibindo a sua taxa de atualização. Mas afinal, o que isso significa? Por quais motivos este conceito está sendo explorado? É isso que iremos explicar com o máximo de detalhes neste artigo. Portanto, se você está curioso em saber o que é taxa de atualização da tela, é fundamental ficar atento nos tópicos deste texto.

Como já explicamos em outro texto do nosso site, compreender sobre o conceito audiovisual vai além dos dados técnicos em si. Ou seja, é importante atrelar a evolução tecnológica com as suas necessidades atuais. Essa reflexão é primordial na hora de fechar uma compra. Afinal, quanto mais elevado o seu conhecimento, mais eficaz será a sua tomada de decisão.

É importante entender também que a taxa de atualização pode impactar em diferentes resoluções de tela, seja ela HD, Full HD, 4K ou até mesmo 8K. No Brasil, as resoluções mais tradicionais até o momento são o Full HD e 4K, porém, já temos algum sinal de que nos próximos anos a resolução 8K poderá ganhar mais evidência — o que nos resta é esperar.

Mas afinal, o que é taxa de atualização da tela? Por quais motivos este conceito está se tornando relevante? Vamos entender em detalhes sobre este tema que está em alta no mundo tecnológico e principalmente no ramo audiovisual. Ah, não esqueça de compartilhar este artigo com aquela pessoa que está em dúvidas sobre o assunto. 🙂

O que é taxa de atualização da tela?

o que é taxa de atualização da tela
Foto: Unsplash – Jens Kreuter

Podemos entender que a taxa de atualização da tela é um parâmetro crucial que determina a frequência com que uma imagem é atualizada na tela do dispositivo, medida em Hertz (Hz). Essa taxa refere-se à quantidade de vezes que a tela é capaz de atualizar a imagem exibida a cada segundo. Quanto maior a taxa de atualização, mais vezes a imagem é atualizada, proporcionando transições mais suaves entre os frames exibidos.

Para que possamos exemplificar melhor, considere uma TV com uma taxa de atualização de 60Hz. Um painel com 60Hz significa que ele é capaz de atualizar a imagem exibida 60 vezes por segundo. Em contrapartida, uma tela de 120Hz atualiza a imagem duas vezes mais rápido, proporcionando uma transição de frames ainda mais suave.

Este quesito Hertz ficou bastante evidente no mercado gamer, ou seja, boa parte da comunidade que curte jogos eletrônicos começou a buscar monitores ou televisores com uma taxa de atualização mais alta para potencializar a sua jogatina. Afinal, quanto mais hertz um display tiver, mais fluidez terá principalmente em jogos de ação e FPS. O artigo do site Techtudo, explica o papel do Hertz em um monitor.

Como sabemos, a tecnologia está em constante evolução. Aparelhos eletrônicos e dispositivos audiovisuais estão acompanhando essa trajetória que para muitos está de forma extremamente acelerada. Como um panorama, podemos compreender que anteriormente, a taxa padrão era de 60Hz para a maioria das telas de TV. No entanto, com uma nova gama de público e com novos recursos tecnológicos, os fabricantes têm desenvolvido televisores com taxas de atualização mais altas, como 120Hz, 144Hz e até mesmo 240Hz, especialmente com foco em TVs para gaming e conteúdo de alta performance.

A relevância da experiência do usuário

Entender sobre o que é taxa de atualização da tela é apenas um bocado do contexto tecnológico em si. A experiência do usuário é também um dos fatores relevantes que nos proporcionam algumas inovações, como as taxas de atualização mais altas.

Em meio a esta realidade, a taxa de atualização é essencial para a experiência do espectador, pois, em conteúdos com movimentos rápidos, como cenas de ação em filmes, jogos ou esportes, uma taxa de atualização mais alta resulta em imagens mais nítidas, reduzindo o borrão de movimento e proporcionando uma visualização mais realista e suave.

A forma como consumimos conteúdos multimídia atualmente já não é mais a mesma quando comparamos há pelo menos sete anos atrás. Antigamente, a procura era apenas por um tamanho de tela maior, e hoje, o tamanho em si não é apenas um único diferencial. Entender sobre o tipo de tela, a taxa de atualização, a resolução e as funcionalidades smart, são essenciais para boa parte dos usuários.

Quando se trata de cenas de ação rápida, a taxa de atualização mais alta resulta em transições de frames mais suaves. Essa transição de frames reduz significativamente o borrão de movimento, proporcionando uma experiência visual mais clara e nítida. Em filmes, por exemplo, isso pode resultar em cenas de ação ou movimentos rápidos que se tornam mais definidos, sem arrasto ou distorção. Entenda mais sobre o papel dos frames no artigo do Tecnoblog.

Outro aspecto relevante quando compreendermos sobre o que é taxa de atualização da tela, é a sua redução de artefatos visuais. — Sim, este termo pode ser primordial para usuários mais exigentes que buscam uma melhor experiência ao consumir conteúdos audiovisuais. Telas com taxas de atualização mais altas reduzem artefatos visuais, como o efeito de screen tearing, no qual a tela exibe partes diferentes de imagens em um mesmo quadro, criando uma quebra na continuidade visual. Taxas de atualização mais altas minimizam ou eliminam esse tipo de distorção na exibição, proporcionando uma imagem mais coesa e agradável.

O crescimento da taxa de atualização de 120Hz nos televisores

o que é taxa de atualização da tela
Foto: Unsplash – Piotr Cichosz

Como vimos anteriormente, os padrões de taxa de atualização, anteriormente, era mais procurado pela comunidade gamer. Porém, nos últimos anos, este padrão começou a ganhar força no mercado dos televisores, impactando diretamente na tomada de decisão de outro público.

Essa evolução representa um avanço substancial no mercado de TVs, especialmente quando consideramos que, por um longo período, a taxa de 60Hz foi padrão na maioria dos televisores (principalmente nos modelos tradicionais HD e Full HD).

Os conteúdos de alta definição que são exibidos em boa parte dos conteúdos seja pela TV aberta, fechada ou streaming também são impactados de forma positiva com um padrão mais alto de taxa de atualização. Portanto, antes de procurar por um modelo de TV, é importante considerar a composição e a construção da tela.

Entender sobre o avanço da taxa de atualização nos televisores precisa estar ligado diretamente às suas necessidades. Se você é um usuário que não se importa por imagens mais fluidas, talvez o tradicional modelo de 60Hz ainda seja a melhor opção, uma vez que este painel costuma ser mais barato.

Vale lembrar que para aproveitar ao máximo a tecnologia 120Hz exibida nos televisores, o conteúdo a ser exibido precisa ser gravado com essa taxa de quadros. Portanto, tenha em mente que se o conteúdo assistido não foi produzido para ser exibido em 120Hz, a diferença pode não ser tão perceptível.

Se você quer saber mais sobre o que é taxa de atualização da tela e como isso impacta diretamente nos televisores, deixamos como recomendação o vídeo do canal VRL Tecnologia. Ele mostra os recursos de algumas das principais telas do mercado.

Pontos positivos e negativos da taxa de atualização mais alta

Você pode ainda estar se perguntando: mas afinal, quais são os reais pontos positivos e negativos de ter uma tela com taxas de atualização mais alta? Pois é, isso é normal, faz parte de qualquer setor tecnológico. Pensando nisso, preparamos também os principais prós e contras.

Pontos positivos:

  • Maior suavidade: A experiência de visualização torna-se mais fluida e realista, especialmente em cenas de ação intensa.

  • Redução de borrões e artefatos: Menos borrões de movimento ou artefatos visuais, oferecendo uma imagem mais nítida e clara.

  • Melhor desempenho em jogos: Para os gamers, telas com altas taxas de atualização proporcionam uma experiência mais responsiva e suave.

Pontos Negativos:

  • Custo: TVs com taxas de atualização mais altas tendem a ser mais caras. Portanto, é fundamental colocar o quesito preço na balança e ver se esta tecnologia faz sentido para as suas principais necessidades.

  • Conteúdos limitados: Nem todo o conteúdo é otimizado para taxas de atualização mais altas, o que pode limitar a experiência. O mercado ainda não contempla conteúdos 100% gravados em 120Hz, por exemplo.

  • Consumo de energia: Telas com taxas de atualização mais altas podem consumir mais energia.

Compreender sobre o que é taxa de atualização da tela nos dias atuais é sim um parâmetro importante, porém, nem todos estão adeptos a investir uma quantia mais elevada para adquirir um modelo mais moderno. A boa notícia é que com novos recursos e mais conteúdos sendo gravados com taxas acima de 60Hz, a tendência é que este tipo de tela, seja monitores ou televisores tenham uma redução de preço.

É importante observar que a diferença entre taxas de atualização pode não ser tão perceptível para todos os usuários, especialmente em conteúdos que não são otimizados para taxas mais altas. Em situações onde a fonte de conteúdo (como filmes ou programas de TV) é produzida em uma taxa de quadros específica, a diferença pode não ser tão evidente para o observador médio. 

O que levar em consideração na hora de comprar um televisor de 120Hz?

Agora que você já sabe o que é taxa de atualização da tela e já está decidido em comprar uma TV de 120Hz, preparamos também outros pontos de atenção para que a sua escolha seja a mais assertiva possível.

  • Entradas e conectividade: Verifique as opções de conectividade, quantidade de portas HDMI e suporte para tecnologias modernas, como HDR, Dolby Vision, ou HDMI 2.1 para conteúdo de alta qualidade e futuramente jogos com mais recursos. O artigo da Positivo explica em detalhes a importância do HDMI 2.1, vale a pena dar uma conferida.

  • Avaliações e análises: Não fique limitado a apenas uma visão. Busque sempre a pluralidade e consulte outras fontes especializadas no assunto! Essa etapa é importante em diversas áreas e irá te ajudar a fazer uma escolha mais segura. Consulte análises de produtos e resenhas de especialistas para entender melhor o desempenho da TV em termos de qualidade de imagem, desempenho e recursos adicionais.

  • Usabilidade: É importante se questionar para quais fins você está comprando um televisor com 120Hz. Verifique se o tipo de conteúdo que você costuma assistir ou jogar se beneficia das taxas de atualização mais altas. Filmes de ação, jogos e esportes geralmente se beneficiam mais desse recurso.

Custo-benefício: Considere também se a diferença de preço entre uma TV de 120Hz e uma de 60Hz é justificável para as suas principais necessidades. Em alguns casos, a diferença pode não ser tão perceptível ou benéfica para o uso pretendido.

Ao analisar todos esses fatores, será possível tomar uma decisão informada sobre a compra de uma televisão com uma taxa de atualização de 120Hz, assegurando que atenda às expectativas e te ofereça a melhor experiência visual possível.

Conclusão

o que é taxa de atualização da tela
Foto: Unsplash – JESHOOTS

Podemos concluir que a compreensão sobre o que é taxa de atualização da tela vai além dos dados técnicos em si. Ou seja, para considerar a compra de um televisor ou monitor com taxas mais altas, é importante analisar as suas reais necessidades, o investimento disponível e também a sua visão tecnológica a médio e longo prazo.

Vale salientar que nem todos os conteúdos exibidos no Brasil são feitos acima de 60Hz, porém, para os usuários gamers, os consoles da nova geração como o PS5 e Xbox Series X já oferecem a compatibilidade para taxas mais altas — o que pode ser um grande diferencial na hora de adquirir um display com esta tecnologia.

Dependendo do conteúdo, a taxa de atualização pode não ser tão perceptível, principalmente se ele foi gravado no padrão 60Hz. Por isso, é sempre importante consultar a fonte do conteúdo em que você for assistir e entender sobre as especificações. Para muitos usuários, o tradicional padrão 60Hz ainda tem uma trajetória a ser seguida, sendo não necessária a troca por um televisor com 120Hz, por exemplo.

E aí, você conseguiu entender sobre o que é taxa de atualização da tela? Continue ligado em nosso site! Diariamente, postamos conteúdos sobre tecnologia e marketing digital, elementos essenciais para elevar a sua produtividade. Assine a nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos diretamente na sua caixa de entrada. É simples e totalmente gratuito.

Últimos Posts

Categorias

Últimas Postagens

Stories Mais Vistos

Receba Newsletter

Insira o seu e-mail e receba dicas, novidades e informações sobre Tecnologia e Marketing Digital.

Redes Sociais