blog sobre marketing digital e tecnologia
Search
Close this search box.

O que é WiFi 6? Tudo o que você precisa saber sobre essa tecnologia Wireless

Entenda em detalhes como funciona o WiFi 6 e melhore a performance da sua rede local.
o que é wifi 6

Se conectar de forma estável e veloz na internet tornou-se um elemento fundamental nos dias atuais. Com o avanço de novos dispositivos, ter uma rede confiável deixou de ser um artigo de luxo, mas também algo necessário. E em meio a este avanço, muitos usuários ainda possuem dúvidas sobre o que é WiFi 6 e as suas principais funcionalidades.

Em um mundo cada vez mais globalizado e conectado há diversos dispositivos, a internet também vem revolucionado a forma como executamos as tarefas do nosso dia a dia. Seja para fins comerciais ou para se divertir, ter uma conexão flexível é também algo bastante procurado atualmente pela sociedade brasileira.

Entender este avanço e como a internet vem moldando as nossas ações cotidianas é um fator chave para estarmos mais conectados com o que há por vir. Como sabemos, diariamente, são lançados novos recursos tecnológicos com foco direto em elevar a experiência do consumidor.

E em meio a esta realidade, tivemos algumas mensagens de leitores querendo saber o que é WiFi 6 e por quais motivos esta tecnologia vem sendo explorada de forma massiva nas principais empresas de telecomunicação do país. E pensando nisso, decidimos elaborar este texto que irá te ajudar a entender um pouco melhor sobre o assunto e também as suas principais funcionalidades.

O que é WiFi 6?

o que é wifi 6
Foto: Unsplash – Dreamlike Street

Para entendermos melhor sobre o que é WiFi é sempre importante ponderar o avanço da internet das coisas (IoT) em nosso país. Atualmente, boa parte dos equipamentos oferecem a opção de se conectar a rede local para tornar a experiência do usuário mais prática. Com o avanço da internet banda larga, por exemplo, este cenário ganhou mais visibilidade nos últimos anos.

Antes mesmo de assinar uma oferta de internet banda larga na sua residência ou no âmbito corporativo, você provavelmente já deve ter se questionado sobre quantos megas seriam fornecidos, não é mesmo? Pois é, pensando em uma velocidade satisfatória, a internet surge como um fator capaz de elevar a nossa produtividade.

E em paralelo a esta realidade, podemos definir que o WiFi 6, também conhecido como 802.11ax, é a sexta geração da tecnologia WiFi, utilizada para conexões sem fio. Ele representa uma evolução significativa e com correções pontuais de performance em relação às gerações anteriores, como Wi-Fi 5 (802.11ac), trazendo uma série de melhorias em termos de velocidade, eficiência, e desempenho em ambientes com múltiplos dispositivos conectados.

A tecnologia WiFi 6 foi projetada para enfrentar os desafios de conectividade modernos, nos quais residências e ambientes corporativos têm uma variedade de dispositivos conectados simultaneamente, desde smartphones e laptops até dispositivos IoT.

Atualmente, é possível observar campanhas massivas de comunicação e marketing das principais empresas de telecomunicações do país em relação à tecnologia WiFi. Ou seja, isso ilustra ainda mais sobre a relevância que essa geração de conexão wireless está tendo no país, assim como os benefícios que ela pode oferecer tanto para usuários menos engajados no âmbito conectividade, quanto para os usuários mais “hardcore”. 

Se você quer saber um pouco mais sobre o que é WiFi, deixamos também como recomendação o vídeo do canal Max Dicas. Ele explica um pouco da sua experiência com essa tecnologia wireless.

As principais vantagens do WiFi 6 em comparação com as gerações anteriores

Entender sobre o que é WiFi 6 é ir além do seu conteúdo teórico em si. Ou seja, para que você possa dominar de forma mais precisa sobre o assunto, preparamos alguns conceitos que essa tecnologia se difere das versões anteriores. E isso é um passo fundamental — principalmente para quem tem velocidades acima de 100 megas em sua residência ou no seu ambiente de trabalho.

As principais vantagens do WiFi 6 em comparação com as gerações anteriores representam um salto significativo na capacidade e eficiência da tecnologia sem fio. À medida que as demandas por conectividade aumentam, especialmente em ambientes com múltiplos dispositivos conectados, o WiFi 6 surge como uma resposta robusta a esses desafios. E para ilustrar de forma mais precisa, preparamos algumas das vantagens cruciais que destacam a evolução do WiFi 6 em relação às suas predecessoras:

  • Maior velocidade de transferência de dados: Uma das melhorias mais notáveis do WiFi 6 é a capacidade de oferecer velocidades de transferência de dados significativamente mais rápidas. Essa velocidade mais elevada é fundamental para lidar com a crescente demanda por largura de banda em ambientes domésticos e empresariais.

  • Eficiência energética aprimorada: O WiFi 6 introduz avanços na eficiência energética, otimizando o consumo de energia durante a transmissão de dados. De acordo com testes realizados por especialistas da área, essa melhoria não apenas beneficia dispositivos móveis com bateria limitada, mas também contribui para uma pegada ambiental mais sustentável.

  • Melhor desempenho em ambientes lotados: Com a inclusão de recursos como o Orthogonal Frequency Division Multiple Access (OFDMA), o WiFi 6 se destaca na gestão eficiente de múltiplos dispositivos conectados simultaneamente. Isso é particularmente útil em ambientes densos, como escritórios movimentados ou áreas urbanas com várias redes Wi-Fi próximas. Entenda mais sobre o conceito OFDMA no artigo da Asus.

  • Latência reduzida e resposta mais rápida: A latência reduzida é uma prioridade no WiFi 6, tornando-o ideal para aplicações que exigem resposta imediata, como jogos online e videochamadas. A capacidade de proporcionar uma experiência mais fluida e responsiva é uma das vantagens mais visíveis para os usuários finais. Saiba mais sobre como a latência pode impactar na sua conectividade no artigo do Techtudo.

  • Suporte a mais dispositivos simultâneos: Uma das maiores limitações das gerações anteriores era a capacidade limitada de lidar com múltiplos dispositivos conectados. O Wi-Fi 6 aborda esse problema com eficiência, garantindo um desempenho consistente mesmo quando há uma variedade de dispositivos conectados à mesma rede.

É claro que existem outras vantagens, porém, o conceito é ainda mais técnico e que pode não fazer tanto sentido para o seu uso diário.

Resumidamente, podemos ponderar que essas vantagens combinadas do WiFi 6 redefinem as expectativas em termos de conectividade sem fio. Ao conseguir alavancar em uma maior eficiência energética e capacidade de suporte, o WiFi 6 se destaca como a escolha preferida para ambientes modernos e que visam explorar o que há de mais atual.

Essas melhorias não apenas beneficiam os usuários individuais, mas também contribuem para a construção de redes mais robustas e eficientes em cenários corporativos e residenciais.

Qual é a velocidade recomendada para investir na tecnologia WiFi 6?

o que é wifi 6
Foto: Unsplash – Franck

Além do entendimento sobre o que é WiFi 6, outra dúvida bastante pertinente é sobre a quantidade de megas necessária para obter uma performance positiva com a tecnologia WiFi 6.

E para este tipo de pergunta, não há uma resposta pronta e exata, pois existem alguns fatores que podem impactar diretamente no seu investimento, como: a verba disponível, o ambiente em questão, a sua expertise nas etapas de configuração e também a forma como você irá utilizar a rede de internet.

Mas para te ajudar da melhor forma possível, para atividades cotidianas, como navegação na web, verificação de e-mails e streaming de vídeos em alta definição, velocidades na faixa de 100 Mbps a 300 Mbps podem ser suficientes. Isso proporciona uma experiência suave para dispositivos como smartphones, tablets e laptops.

Por outro lado, se você está envolvido em atividades mais exigentes, como jogos online, transmissão de vídeos em 4K ou transferência intensiva de dados, considerar velocidades mais elevadas é apropriado para aproveitar ao máximo os recursos que o WiFi 6 pode oferecer. Nesses casos, uma velocidade de 500 Mbps ou superior pode ser recomendada para garantir uma resposta rápida e uma experiência sem interrupções. Saiba mais sobre quantos megas de internet é bom para trabalhar.

Em ambientes com muitos dispositivos conectados simultaneamente, como escritórios ou residências com vários membros da família, é aconselhável optar por velocidades mais altas, como 500 Mbps, por exemplo. 

Consultar um profissional de redes ou provedor de serviços de internet para uma avaliação personalizada pode ser benéfico. Especialistas podem realizar análises específicas do ambiente, considerando fatores como o número de dispositivos, o tamanho da área de cobertura e as atividades realizadas, para recomendar a velocidade mais apropriada.

Além disso, tenha sempre em mente que o investimento em roteadores compatíveis com a tecnologia WiFi será um item primordial para que você possa explorar ao máximo sobre essa novidade wireless. E pensando nisso, preparamos também alguns modelos de roteadores com um bom custo benefício para você começar a dar os primeiros passos nesta tecnologia.

Roteadores WiFi 6 custo benefício

MarcaModeloVelocidadePreço médio
MercusysMR60X1500 MbpsR$ 250
TP-LinkArcher AX101500 MbpsR$ 270
TP-LinkArcher AX231800 MbpsR$ 350
HuaweiAX3 Pro3000 MbpsR$ 450
TP-LinkDeco M52.400 MbpsR$ 600

Como obter um bom sinal WiFi?

Não adianta nada entender sobre o que é WiFi 6, ter o melhor modelo do mercado e não ser estratégico na hora de instalar e configurar o dispositivo. Para que você possa aproveitar ao máximo a tecnologia wireless WiFi 6, preparamos também alguns pontos relevantes que irão te ajudar na hora de configurar e posicionar o seu equipamento. Vamos entender melhor sobre como isso pode impactar diretamente na sua performance?

  • Posicionamento estratégico do roteador: Coloque o roteador em um local centralizado e elevado. Evite obstáculos, como paredes e móveis, que podem atenuar o sinal. Ao escolher uma localização estratégica, você maximiza a cobertura e a eficácia do sinal em todo o ambiente.

  • Atualização de firmware: Mantenha o firmware do roteador sempre atualizado. As atualizações frequentes fornecem melhorias de segurança, correção de bugs e otimizações de desempenho que podem impactar diretamente na qualidade do sinal.

  • Escolha de canais menos congestionados: Configure o roteador para operar em canais com menos interferência. Isso reduz a competição por largura de banda e minimiza interferências de outros dispositivos Wi-Fi nas proximidades. Canais 6, 9 e 11, geralmente possuem menos interferências e pode ser uma solução inteligente. Entenda melhor sobre os canais no artigo da Oficina da Net.

  • Uso de redes separadas para dispositivos antigos: Se possível, crie redes Wi-Fi separadas para dispositivos mais antigos que não suportam o Wi-Fi 6. Isso evita que esses dispositivos mais lentos impactem o desempenho global da rede.

  • Utilização de extensores de alcance ou pontos de acesso: Em áreas com sinal fraco, considere a utilização de extensores de alcance Wi-Fi ou pontos de acesso adicionais. Esses dispositivos ajudam a estender a cobertura e melhorar a qualidade do sinal em áreas remotas. Atualmente, os roteadores mesh estão em alta e podem ser uma outra solução relevante. Saiba mais sobre o que é WiFi mesh e as suas vantagens.

  • Configuração de QoS (Qualidade de Serviço): Configure a Qualidade de Serviço no roteador para priorizar determinados tipos de tráfego. De modo geral, o QoS é particularmente útil para garantir que aplicativos sensíveis, como videochamadas e jogos online, tenham prioridade na alocação de largura de banda.

  • Segurança WiFi: Mantenha a segurança da sua rede Wi-Fi. Utilize senhas fortes, preferencialmente usando protocolos de segurança avançados como WPA3. A segurança quando eficaz não apenas protege sua rede contra invasões, mas também assegura um desempenho mais estável.

Vale sempre reforçar que boas práticas são também um item fundamental para que você possa explorar ao máximo qualquer dispositivo eletrônico. Atrelar o posicionamento estratégico, atualizações regulares, configurações avançadas e a utilização de dispositivos complementares contribui para uma experiência de conectividade mais eficiente e satisfatória.

Conclusão

o que é wifi 6
Foto: Unsplash – Praveen kumar Mathivanan

Como vimos, entender sobre o que é WiFi é compreender também como a tecnologia vem crescendo e impactando diretamente o nosso dia a dia. Ter uma rede estável, segura e rápida é a base para elevar a nossa produtividade. Além disso, todo o conjunto precisa ser visto como um investimento positivo para o seu lar ou para o seu âmbito corporativo e jamais deverá ser considerado como um custo extra.

Vale salientar que para explorar ao máximo os recursos da tecnologia WiFi 6, é importante ter uma velocidade considerável e ter dispositivos compatíveis com a frequência enviada pelo roteador. Portanto, certifique-se de que o seu smartphone, tablet, PC ou qualquer outro dispositivo tenha compatibilidade com o WiFi 6.

De modo geral, podemos definir que o WiFi 6 representa um salto significativo na evolução da conectividade sem fio, oferecendo melhor desempenho, eficiência energética e suporte a um número maior de dispositivos. Ao seguir as dicas para otimizar a qualidade do sinal WiFi e escolher um roteador compatível, você poderá desfrutar de uma experiência de conectividade superior.

Gostou do nosso artigo? Então continue ligado em nosso site! Diariamente, postamos conteúdos relevantes sobre tecnologia e marketing digital. Elementos essenciais para elevar a sua produtividade. Assine também a nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail.

Últimos Posts

Categorias

Últimas Postagens

Stories Mais Vistos

Receba Newsletter

Insira o seu e-mail e receba dicas, novidades e informações sobre Tecnologia e Marketing Digital.

Redes Sociais